Quando sua melhor amiga começa a namorar...

By quarta-feira, fevereiro 01, 2017 , ,


Não é fácil aceitar o misto de sentimentos que vêm à tona quando sua melhor amiga começa a namorar. A felicidade por achar que ela finalmente encontrou um cara a altura é imensamente proporcional à constatação de que esse mesmo cara passará a ser o verdadeiro melhor amigo dela. Ainda que nos preparemos para esse momento, na prática, a teoria é mais didática.

Quando vocês compartilharam 17 dos seus 20 e poucos anos, incluindo todas as enroscadas e aprendizados, é complicado aceitar que essa exclusividade vai acabar. Bem ou mal, você não será mais a primeira pessoa para quem ela irá comentar suas paranoias. Aliás, bem, pois é necessário torcer para que assim seja, pois significará que eles têm uma relação valiosa. Ironias de uma amizade.

Ele é um cara bacana e tals, daqueles que será capaz de superar as expectativas. Mas isso não evitou minha crise de pânico na madrugada, antes de atender a um convite dela, para um almoço em família com ele. Aqueles momentos dos quais queremos fugir para tornar a realidade menos palpável. Mas lá estamos nós. Porque parceria significa apoiar e vivenciar esses momentos.

Ele que me desculpe por minha intimidade com a família ser maior que a dele. Não é por mal. É apenas o resultado de uma amizade bem cultivada. De vez em quando até adotamos a família uma da outra. Ela é dessas pessoas incríveis com quem esbarramos na vida e não queremos soltar nunca mais. Difícil demonstrar o quanto a admiro, mas ela sabe. Ele também.

Não quero causar impressão errada. Apesar da sensação inevitável de perda, sei que a nossa amizade será sempre fortalecida por ambos os lados. Ela não será dessas amigas que te chamam para sair apenas em trio ou que tentam te desencalhar o tempo todo. E há alguns segredos que ficarão sempre somente entre nós. Ele que me desculpe, mas a nossa história é mais antiga.

Na verdade, ele tem minha total aprovação. Sem dúvidas nos tornaremos grandes amigos também. Mas ela me conhece por ser um tanto quanto dramática, afinal, ao longo de todos esses anos, foi minha fiel confidente de paranoias. Amiga, essa nova experiência é parte daquela vida adulta do qual tanto falávamos, portanto, vai com fé: dê-se a chance de viver um conto de fadas à la vida real. Puxa a fila, por favor!

Vai ser meu exemplo, constrói aquele tipo de relação que sempre me descreveu como a ideal. Agora, já descobrimos – a exemplo da nossa amizade – que relacionamentos precisam ser construídos e o que é sincero permanece. Mas, caso você eventualmente necessite muito retomar aquelas conversas insanas, eu estou por aqui. Ah, e os áudios do Whatsapp também!

You Might Also Like

0 Palpites

Comente, crítique, reclame, elogie, concorde ou discorde. Mas deixe sua opinião!!